Welcome to the absorbed !

"Tenho em mim todos os sonhos do mundo"

quarta-feira, 25 de abril de 2012

Eu que o diga :(


Dia Perfeito sem sol



Tempo nublado na capital federal
Dia cinza
Atmosfera outonal
Chá mate gelado
Filminho retrô 
Céu encoberto 
Eu entre cobertas
Tudo para curar minha dor.


(...)


Ás vezes a razão humana cria monstros desumanos.

terça-feira, 24 de abril de 2012

Dedicado pro Vi!


http://www.youtube.com/watch?v=iQNFBO9eOp0&feature=related




Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Agora e sempre mais
Eu só quero que você ouça
A canção que eu fiz pra dizer
Que eu te adoro cada vez mais
E que eu te quero sempre em paz
Tô com sintomas de saudade
Tô pensando em você
E como eu te quero tanto bem
Aonde for não quero dor
Eu tomo conta de você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem
Eu só quero que você caiba
No meu colo
Porque eu te adoro cada vez mais
Eu só quero que você siga
Para onde quiser
Que eu não vou ficar muito atrás
Tô com sintomas de saudade
Tô pensando em você
E como eu te quero tanto bem
Aonde for não quero dor
Eu tomo conta de você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem
Eu só quero que você saiba
Que estou pensando em você
Mas te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem
E que eu te quero livre também
Como o tempo vai e o vento vem
Marisa Monte


Vestindo-se do efêmero e despindo-se do sólido.



Assim eu me faço.


Quero ser arrebatada
Mimada, levada de mim
Senti aquilo que ainda não senti
Viver em outra esfera
Outra era se não for pedir demais
Reviver o pretérito e sugar daquilo que não captei
Queria ter mil vidas antes de dar por encerrada esta
e talvez ainda não me fosse suficiente
Sou assim mesmo muito impetrante
Ás vezes o impossível é o que me satisfaz
Mesmo ante a melhor coisa do mundo 
pode ser que não me traga paz
Talvez isso venha do meu espírito inquieto
histérico, intrigado, perturbado, intrépido, voraz
Que devora !
Devora até a hora pra não ver o tempo passar
O fluxo seguir 
O momento chegar 
e assim perceber as besteiras cometidas 
as lembranças coagidas e toda a estrada a percorrer. 
Vou ao encalço da emoção da alegria da aventura 
De me fazer como gente nesse mundo sem manual.
Coisas banais tornam tudo mais leve
como a visita inesperada, o beijo roubado, 
as conversas descompromissadas,
as risadas extasiantes,
aquele bolo de chocolate,
o pelo do corpo eriçado,
e muitos outros motivos que fazem 
valer a pena viver.
É por isso que quero mais muito mais!!! 




segunda-feira, 23 de abril de 2012



Nossa senhora do cerrado



nossa senhora
do cerrado,
protetora
dos pedestres
que atravessam
o eixão
às seis horas
da tarde,

fazei com que eu
chegue
são e salvo
na casa da noélia

Nicolas Behr, poeta natural de Cuiabá
Poema transcrito do livro “Poesília: poesia pau-brasília”


Brasilidade




Brasília uma capital alheia ás demais do seu porte.Aqui o mundo acontece diferente e há de se entender o porque. Brasília foi uma cidade forjada na solidão intocada do planalto central, homens fizeram surgir do nada uma riqueza do seco cerrado. Havia apenas muita matemática e um grande sonho , fatores que isolados já se justificam á força de sua edificação. Depois de erguida há de se concordar que não existiu em seus habitantes um sentimento de pertencer a nova capital, de abraça-la como cidade mãe. Eu não vivi essa época , porém, cotidianamente podemos ver que ainda não existe, mas, que esse forte sentimento começa a brotar. Os candangos autênticos estão por aí e têm muitas histórias pra contar da sua capital  e dizem com orgulho que sim, são daqui mesmo. Ah,Brasília e sua Brasilidade genuína, o Brasil se encontra aqui ! Você em um mesmo barzinho de entre quadras pode bater um papo com um candango, um mineiro, um paulistano , um carioca, um nordestino e por ai vai. É uma miscigenação gostosa que nos permite abrir nossos olhos e estreitar as nossas relações e sentimentos de amor ao país , a pátria a qual nascemos, percebe-se que o ser humano é uma coisa só e todos somos iguais independente de onde viemos. Todos temos uma comida preferida, uma banda de rock preferida, um modo singular de expressar, lembranças, amores, trejeitos, particularidades que no final das contas nos tornam iguais. Diria que Brasília é a esquina do Brasil ,pois, no decorrer do tempo acabou sendo ponto de encontro de muitos eventos, aqui fervilha todos os dias, sempre tem algo para passar o tempo e agrada a todas as tribos.Não costumo falar bem daqui até porque meu coração bate por outro lugar e respiro melhor em outros ares... deixando isso de lado preciso me render aos encantos dessa capital que tem muito a me oferecer. Cai de paraquedas no coração do cerrado , e isso é algo que agradeço todos os dias , só assim pude viver muito do que conheci e sei que se fosse diferente minha história também seria, aliás, nunca vou saber como poderia estar agora se todas as decisões tomadas convergissem á minha família continuar onde estavam.Enfim, sei que estou satisfeita onde me encontro e não quero sair tão cedo daqui. Agora mesmo a cidade está linda pipocando de coisas a fazer e INFELIZMENTE não pude ir a bienal do livro que rolou :( 


segunda-feira, 16 de abril de 2012


Ode à Bunda dura 





Tenho horror a mulher perfeitinha. Odeio qualquer uma que fique maravilhosa num biquíni. Sabe aquele tipo que faz escova toda manhã, está sempre na moda e é tão sorridente que parece garota propaganda de processo de clareamento dentário? E, só pra piorar, tem a bunda dura feito pão francês com mais de uma semana? Pois então, mulheres assim são um porre. E digo mais: são brochantes. 

Você, homem, dirá que estou louca, sou despeitada e, provavelmente, baranga. Na boa, pense o que quiser, mas posso provar minha tese com grande tranqüilidade, ponto a ponto. Quer ver? 
A dondoca faz escova toda manhã: fulaninha acorda às 6 da matina pra deixar o cabelo parecido com o da Patrícia de Sabrit, liso feito pau de sebo e à prova de furacão e Katrinas. Nisso, ela perde momentos imprescindíveis de rolamento na cama, encoxamento do namorado, pegação, pra encaixar-se no padrão "Alisabel é que é legal". Burra. 

A fofucha anda impecavelmente na moda, o que significa igual a todas as amigas: estilo pessoal, pra ela, é o que aparece nos anúncios da revista da Daslu. Você vê-la de shortinho, camiseta surrada e cabelo preso? JAMAIS! O que indica uma coisa: ela não vai querer ficar desarrumada nem enquanto estiver transando. É capaz até de fazer pose em busca do melhor ângulo perante o espelho do quarto. Credo. 
HEBE COVER 
A lindinha exibe um sorriso incessante: ela mora na vila dos Smurfs? Está fazendo treinamento pra Hebe? Sou antipática com orgulho - só sorrio para quem provoca meu sorriso. Não gostou? Problema seu. Isso se chama autenticidade, meu caro. Coisa que, pra perfeitinha, não existe. Aliás, ela nem sabe o que a palavra significa. Coitada. 

A queridona tem a bunda pétrea: as muito gostosas são, infalivelmente, muito chatas. Pra manter aquele corpão, comem alface e tomam isotônico, portanto não vão acompanhá-lo nos pasteizinhos nem na porção de bolinho de arroz do sabadão. Bebida dá barriga e ela tem HORROR a qualquer carninha saindo da calça de cintura tão baixa que o cós acaba onde começa a pornografia: nada de tomar um bom vinho ou encarar uma pizza de mussarela. Cerveja? Esquece! Melhor convidar o Jorjão. 

Pois é, ela é um tesão. Mas não curte sexo porque desglamouriza, se veste feito um manequim de vitrine, acha inadmissível você apalpar a bunda dela em público, nunca toma porre e só sabe contar até 15, que é até onde chega a seqüência de bíceps e tríceps. E você reparou naquela bunda? Meu Deus... 

Legal mesmo é mulher de verdade. E daí se ela tem celulite? O senso de humor compensa. Pode ter uns quilinhos a mais (geralmente eles só existem na opinião dela), mas é uma ótima companheira de bebedeira. Pode até ser meio mal-educada quando você larga a cueca no meio da sala, mas adora sexo. Porque celulite, gordurinhas e desorganização têm solução (e, às vezes, nem chegam a ser um problema). Mas ainda não criaram um remédio pra futilidade. Nem pra dela, nem pra sua!!!

sexta-feira, 13 de abril de 2012

Ok. Vocês são legais. Post curioso.
http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=2968

Sexta-feira do não ocorrido, da evasão, daquilo que poderia ter sido e não foi!





Não sei o porque criou-se toda essa lenda á cerca da sexta-feira 13 , o que sei é que hoje acordei mal,dor de dente , sono, preguiça e mal-estar. Reflexos da minha noite mal dormida e do meu ciso por nascer. Tirando essa manhã tenebrosa o resto foi lindo. O sol brilhava mais do que nunca , nenhum imprevisto á vista e minha vida seguia calma como sempre, diria calma até demais,apesar, de todas os dias implorar por mais um pouco de emoção nela. Não sei o que me passa. Trabalho, estudo , saio, interajo, espaireço e simplesmente parece que nada me acontece. Estou convicta de que não sou uma dessas recalcadas que reclamam por tudo (ou não?) e não quero fazer queixas agora, mas sera só uma fase? Será que todos passam por isso, por um momento de tédio pessoal e até mesmo social? Ás vezes, desejo acordar e ter tudo diferente casa, amigos, trabalho, personalidade, físico ... e de repente me amo demais e não vivo sem mim. kkk. Tudo bem que sou de  libra acredito nos astros (bobagem) e como tal sou superrrr indecisa , mas tinha que ser a esse ponto?! Prefiro acreditar que as coisas são assim pra mim, porque tenho uma mente criadora e super fantasiosa, costumo olhar pras coisas e imaginar um mundo através delas. Nada é como possa parecer na minha cabeça, busco outras realidades, outras formas de imaginar como o mundo poderia ser se fosse diferente, caso as coisas mudassem de rumo e trans possem uma outra realidade. Acontece sempre quando estou chateada e quero me evadir fugir do elemento que me incomoda e simplesmente deixar-me viajar por aí (coisa de gente louca). Sou tão evasiva que comecei o post falando do meu dia nesta sexta-feira tão cheia de não me toques e fui parar nas minhas manias loucas. Ah quem se importa?

segunda-feira, 9 de abril de 2012

:)



Preciso com urgência aprender a não me abalar com qualquer coisa fútil que mexe com meu ego. Semana passada levei o que se pode chamar de golpe do destino (ou seria traição humana mesmo?) O que aconteceu não importa , o que é relevante é a forma como fui pega por isso. Ás vezes é muito complicado confiar nas pessoas mesmo com tudo o que dizem sobre este assunto. Bom, agora não quero fazer nenhuma explanação consistente sobre isso, só queria mesmo postar essa frase do Dean porque é exatamente o que eu precisava ouvir, talvez como forma de consolo para não me chatear tanto.

domingo, 8 de abril de 2012

Felizzz Páscoaa! 


Hoje é domingo de páscoa mas nada mudou pra mim. Parece-me um domingo como qualquer outro, onde pelo menos não fui trabalhar e fiquei com as pessoas que mais amo, aliás, apenas uma delas. Há muito tempo que a páscoa perdeu seu sentido, e isso querendo ou não , os mais conservadores negando ou não , é um fato!   Páscoa virou uma comemoração burguesa onde o mais prestigiado é o ovo de chocolate e não a ressurreição daquele que foi pregado á cruz pra salvar a todos. Na verdade poucos sabem o porque da data e o simbolismo por detrás dos chocolates ganhos. Mas, não quero aqui neste post entrar em discussões religiosas e em suas banalizações, até porque sou uma fiel não praticante viciada em doces! :)
Bom, aqui escrevo por estar justamente refletindo como eram as minhas páscoas de antigamente e como estão atualmente. Lembro-me na infância de como ganhava presentes nessa época e dos banquetes que minha família planejava, sem contar ainda no esforço particular para estarem todos reunidos. Era sim, uma verdadeira comemoração, dali aproveitávamos ao máximo a data, a companhia um do outro e as boas risadas que sempre surgiam por motivos bestas. Mas, infelizmente a vida corrida e a falta de tempo consumiram com estes momentos especiais em família. Hoje mesmo, não consegui ver minha mãe e me senti péssima por isso. Ela precisou ir trabalhar em pleno domingo de páscoa. É como dizem por aí a vida não pode parar, nem mesmo pra que você se divirta, aliás, por este motivo é que ela não pára mesmo. O sistema quer extrair ate a ultima gota de quem compactua com ele, e, irrevogavelmente se você precisa de dinheiro pra viver, então não tem jeito, ele te pega de calças curtas. Cruel! É a palavra que melhor define o que vivemos, estamos num mundo que não perdoa nada . Que falta faz os velhos tempos, de ficar na varanda de casa de tardezinha sem me preocupar com o trabalho do dia seguinte, as cobranças e todas as  responsabilidades. Espero ansiosa para que criem a máquina do tempo, não pra voltar no meu passado e ficar lá pra sempre, nunca quis andar pra trás, quero apenas uma visitinha quando eu estiver nostálgica como agora me encontro. 
Apesar de tudo, do vazio sentimental do dia de hoje , o resto foi bom. Curti muito uma pessoa super especial e não tive surpresas desagradáveis, e isso é o que conta. Ainda não comprei meu ovo e não presenteei ninguém ,mas o farei ao longo da semana que os preços abaixam a quase 50%. :)
Dias assim são bons para se pensar na vida e em como tudo está acontecendo á você, e principalmente aproveitar a semana já que tudo se torna santo e parecem que as pessoas ficam um pouco mais sensíveis, com toda a certeza nada comparado ao espírito natalino mas, dá para se ter um grande aproveitamento pessoal nisso. Enfim, o dia já esta quase em seu fim e posso dizer que foi bom, foi gostoso, aproveitei os momentos , as pessoas e tudo o que me importa. :)

sábado, 7 de abril de 2012

Eu


Quero ter as melhores coisas do mundo. A calmaria de um amor saudável. A agitação da juventude. A maturidade das experiências vividas. A admiração das pessoas de respeito.Aquela alegria que vem do nada . E ás vezes ficar sem fazer nada!Quero aquele frio na barriga quando me reapaixonar. Alias, preciso urgente de uma paixão! Voltar a confiar nas pessoas e diminuir meu ceticismo também estão na minha lista de coisas importantes á fazer. Quero de volta minha felicidade! Quem a roubou de mim? Com certeza foi uma pessoa má e insatisfeita. OK. Tenho um palpite... Foi o meu EU maléfico. snif snif. Meu EU camuflado de cordeiro, mas que no fundo esconde uma serpente pronta para dar o bote. Apesar de tudo, isso não é tão atípico assim, afinal, quem não ataca quando se sente acuado? Somos bichos! Somos animais pensantes, porém, também agimos por instinto. 

O bom é que na maior parte do tempo meu outro EU se sobressai. Aquele que busca o bem e tudo que ele suscita. Crescimento, amor e paz são elementos que busco sempre, até porque quero um futuro brilhante. Ultimamente me falta coragem e sobra preguiça para acrescentar mais tijolinhos ao meu futuro, mas rezo para que essa fase passe. Vejo-me daqui dez anos como uma pessoa estável e bem sucedida, lindos filhos, bela casa , marido excepcional, e uma carreira notável. Não consigo pensar diferente , me amo muito! Sonho alto, e sempre almejo o melhor. Oh Céus! Ah tanto para se fazer, Mas de nada me adianta essas lamentações , disso eu bem sei. Por isso que, por enquanto, tudo o que eu posso querer são as melhores coisas do mundo acompanhadas de uma boa dose de entusiasmo, já que o resto entra nos eixos por conta própria. Mãos á obra minha cara!